29 de fevereiro de 2020

Promoter organizava baile funk para vender maconha em Campinas

Compartilhe

Vinte quilos e 665 gramas de maconha, divididos em 26 “tijolos”, e 54 gramas de haxixe (droga preparada com a resina segregada da planta da maconha), em forma de 58 “bolinhas”, foram apreendidos pela Polícia Militar em um apartamento da Torre 3 do Condomínio P, no Jardim Bassoli, em Campinas.

No local foi preso Wilbson Tibúrcio dos Santos, de 21 anos.

Segundo a polícia, ele assumiu em depoimento ser o dono do entorpecente e teria falado, também, que promove bailes funk em bairros de Campinas para vender maconha.

Ele também teria afirmado aos policiais que a droga encontrada no apartamento foi comprada há uma semana no bairro Jardim São Fernando.



Quando os policiais chegaram, o promoter estava sozinho no imóvel e embalava a maconha em porções.

O rapaz que mora no mesmo prédio afirmou em declarações que alugou o apartamento 41 por R$ 400 por mês.

Ali, durante os dias da semana ,ele embalava a maconha e o haxixe, separava em quites para vender nas festas.

O rapaz também contou, segundo os PMs, que há dez meses está nesse “negócio”.

Ele alegou que faz eventos todos os finais de semana. Welbson foi autuado em flagrante na Polícia Civil por tráfico de drogas e encaminhado para cadeia do 2º Distrito Policial.

Depois, será transferido para o complexo Penitenciário Campinas-Hortolândia.

Ele não tinha antecedentes criminais.

A polícia chegou até o apartamento por causa de uma denúncia anônima.

De acordo com os policiais, ao entrar no corredor foi possível sentir o forte cheiro da maconha.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *