7 de dezembro de 2019

Integrante de quadrilha “abre fogo” contra policiais para fugir pelo telhado e abandona comparsas

Compartilhe

Um rapaz de 18 anos, já identificado, conseguiu fugir de um cerco policial porque “abriu fogo” (atirou várias vezes) e correu pelo telhado da casa onde estava escondido, e, depois, pulou muros dos vizinhos, na madrugada desta sexta-feira, 9, no bairro Jardim do Lago, em Hortolândia.

Ninguém foi atingido pelos tiros, porém, no local a Polícia Militar prendeu dois acusados de pertencem a uma quadrilha especializada em roubos de veículos e em residências.

Os policiais recuperaram eletroeletrônicos, jóias, roupas, calçados e um carro que o grupo havia roubado horas antes de uma casa no Jardim Santa Clara.

Quatro acusados de integrarem a quadrilha foram presos – são três homens e uma mulher.



O roubo aconteceu as 22h de quinta-feira, 8, numa residência na rua Júlia Costa Camargo.

Um dos moradores do local, um aposentado de 57 anos, estacionava o Corolla XE 1.8, prata, na garagem quando foi abordado por quatro homens, um deles armado.

O morador foi obrigado a levar os ladrões para dentro de casa onde também foram rendidos a mulher do aposentado, de 60 anos, e o filho do casal, de 31.

As três vítimas foram obrigadas a ficar deitadas no chão e receberam muitas ameaças de agressão e morte.

Enquanto o ladrão armado mantinha as vítimas no chão, os outros três integrantes fizeram uma varredura na casa arrecadando objetos de valor.

Ficaram cerca de dez minutos, conforme descreveram as vítimas aos policiais.

Os ladrões levaram três televisores, dez peças de jóiais, semijóias, roupas, calçados, três celulares e outros objetos.

Também roubaram o carro da família.

As vítimas, em estado de choque, como relataram depois à polícia, somente conseguiram pedir ajuda a vizinhos cerca de 15 minutos depois de os bandidos terem saído da casa.



A quadrilha começou a ser desarticulada pela Polícia Militar algumas horas depois, no Jardim Novo Angulo.

Durante a madrugada, policiais em patrulhamento fizeram sinais para que o motorista de um Monza azul parasse.

Porém, o carro saiu em alta velocidade e foi, então, perseguido pela viatura da PM por ruas do bairro até ser interceptado. Durante a perseguição, um celular foi jogado pela janela.

Os policiais conseguiram recuperar o aparelho e descobriram que era um dos produtos roubados da residência do aposentado.

No Monza estavam dois homens: Paulo Cesar Balbino de Almeira, de 35, e David Guilherme, de 20.

Um revólver de calibre 38 e três pares de tênis foram achados no assoalho do carro.

Segundo os policiais, o rapaz teria confessado que participara do roubo e indicou a casa onde seus comparsas estavam.

Os PMs foram até a rua Luiz Taionnato Ledis e acharam o Corolla, roubado, estacionado na frente de uma residência.

No andar superior, um homem atirou contra os policiais e fugiu pelo telhado.

Ele foi identificado como um rapaz que tem passagens pela Fundação Casa e mora no Jaridm Nova América – seria o líder do grupo.

Na casa foram presos Liliane Alves de Barros, de 21 anos, namorada do rapaz que fugiu; e Emideo Ferreira da Silva, 40, além de ter sido localizada uma adolescente de 13 anos.

Os policiais acharam os produtos roubados da casa e também dois mil “tubinhos” vazios que seriam usados para colocar cocaína além de um quilo e 544 gramas de maconha.

Dois dos homens presos foram reconhecidos pelas vítimas como participantes do roubo, conforme a polícia.



Com base nas informações dos policiais militares e das vítimas, o delegado Diego Bini autuou os três homens e a mulher em flagrante por roubo, por associação para o tráfico, por tráfico de drogas e por associação criminosa. Todos foram encaminhados para unidades prisionais.

A adolescente de 13 anos foi entregue a responsáveis.

O Setor de Investigações Gerais da Delegacia da Polícia Civil de Hortolândia começou a trabalhar na apuração de outros roubos cometidos pelo grupo. Os policiais tentam, também, achar o rapaz que fugiu.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *