29 de fevereiro de 2020

Homem é morto na calçada com 17 tiros de pistola e o colega dele escapou com vida porque correu para o lado oposto

Compartilhe

Eberson Feitosa Santana, de 30 anos, foi morto com tiros na cabeça e no tórax, de pistola de calibre Ponto 45, no Jardim São Caetano, no Distrito do Campo Grande, em Campinas.

O autor dos disparos estava encapuzado e o perseguiu a pé por cerca de 50 metros, fazendo disparos seguidos, até alcançá-lo na calçada em frente ao número 300 da Rua Rômulo Benasse. Quando Eberson caiu, foram feitos mais disparos, o que provocou morte instantânea.

Um adolescente de 17 anos – que vai completar 18 no dia 28 deste mês de fevereiro – estava com Eberson quando a atirador apareceu e conseguiu sobreviver porque correu em direção oposta. mas, mesmo assim, foi atingido por uma bala perdida, na perna esquerda.

O rapaz contou à policia que o homem armado surgiu “do nada”, caminhando na calçada, apontou a arma para a direção dos dois e começou a atirar.

O adolescente , ferido, conseguiu chegar na casa de um amigo, pediu socorro, e foi levado para o Pronto Socorro do Campo Grande. O rapaz não corre risco de morte, segundo os policiais.

O atirador seguiu Eberson e quando o alcançou “terminou o serviço” (atirou outras vezes).

Policiais da Delegacia de Homicídios e peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Técnico-Cientifica acharam no local 17 cápsulas deflagradas de pistola de calibre Ponto 45.

Eberson morava no Jardim Rossim. Ele nasceu em Itaúna do Sul, no Paraná, em  15 de dezembro de 1.988). Segundo levantamento feito pela Policia Civil, ele esteve preso por tráfico de drogas e receptação. Havia saído, por ordem da Justiça, de uma penitenciária em 12 de abril de 2014. Estava há quase cinco anos em liberdade.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *