24 de janeiro de 2020

Fuzil, revólveres, munição e dinheiro do PCC estavam escondidos em botijões de gás

Compartilhe

A Polícia Militar apreendeu, no Jardim Florence 1, em Campinas, um fuzil marca Colt de calibre 556, cujo tiro pode atravessar uma parede de concreto, dois revólveres de calibre 38, 149 munições para essas armas e R$ 11.720,00 em dinheiro “vivo”, estavam escondidos em dois botijões de gás.

A descoberta foi feita por policiais do Baep (Batalhão de Ações Especiais), a tropa de elite da PM, que recebeu uma informação anônima.

Do total de munições, 100 são de calibre 556. Ainda, 12 de calibre 38 e 37 de calibre 32. Também foram achados dois carregadores de munição para o fuzil.

Tudo pertencia ao PCC(Primeiro comando da Capital), a facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios conforme informações apuradas pela Polícia.

Os botijões eram guardados na casa de um rapaz de 19 anos na Rua 147, a antiga “Favela do Florence”. Ele foi preso e autuado em flagrante por porte ilegal de armas e munição.

Para não fazer barulho durante o transporte, os botijões eram revestidos com isopor. Para abrir os recipientes, os policiais precisaram do serviço de um serralheiro do bairro.

O rapaz disse em declarações que foi “ordenado” a guardar os botijões “por uns manos” do bairro. Porém, não soube revelar quem eram essas pessoas.

A Policia Civil vai investigar, agora, a informação que existem mais botijões “recheados” com armas e drogas nos Florence 1 e 2, que ficam nas margens da Avenida John Boyd Dunlop, no Distrito do Campo Grande.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *