7 de dezembro de 2019

Encapuzados invadem barbearia à luz do dia e matam com 15 tiros rapaz que esperava para ser atendido

Compartilhe

A execução de Andelson Izidio Nunes, de 27 anos, aconteceu as 10 horas desta sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019, no Jardim Ademar de Barros, em Campinas, diante de algumas pessoas, que foram poupadas.

De acordo com o que foi apurado por investigadores da Delegacia de Homicídios, dois homens encapuzados, cada um empunhando uma pistola semiautomática, desembarcaram de um carro branco – cujo modelo e marcas não foram identificados – e entraram na barbearia localizada na Avenida Paulo Machado de Carvalho (foto).

Sem falar nada, os criminosos se aproximaram do rapaz e começaram a atirar, demonstrando que sabiam a quem procuravam.

Andelson foi atingido por pelo menos 15 tiros no rosto, nuca abdome, costas, coxas e mãos, provocando morte instantânea.

Os atiradores, então, ainda em silêncio, retornaram para o carro que deixou o local em alta velocidade. O proprietário do salão, de 36 anos, e pelo menos outras duas pessoas que estavam no local se esconderam. Eles não foram atingidos.

Policiais civis, militares e peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Técnico-Científica encontraram no local estojos de munição de calibres Ponto 40 e 9 milímetros, o que indica que cada um dos criminosos estava com um modelo diferente de pistola semiautomática.

Investigadores da Delegacia de Homicídios irão conversar com familiares do rapaz e colher depoimento das pessoas que estavam no salão, para tentar identificar a motivação e a autoria do assassinato.

Andelson morava em um apartamento no Jardim Yeda e era natural de Campinas, nascido no dia 9 de julho de 1.991.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *