Dois homens são mortos a pauladas e por estrangulamento em Campinas

Compartilhe

O barbeiro Paulo César da Silva (foto), de 34 anos, e um homem não identificado, foram mortos por estrangulamento e com pauladas na cabeça na madrugada deste dia 21 de dezembro de 2018, em Campinas.

Os corpos foram achados por pessoas que passavam às 5h por um trecho da linha do trem que fica no Recreio Leblon, bairro que fica entre o Parque Valença 2 e o Clube Santa Clara, no distrito do Campo Grande.

Próximo aos corpos a polícia encontrou um cartão de convênio de saúde em nome de uma pessoa que foi vítima de roubo no dia 15 deste mês de dezembro. E, segundo os policiais, não é do homem não identificado.

O corpo de Paulo César foi identificado pela esposa dele no IML (Instituto Médico Legal). Ela disse que “ficou sabendo pela boca dos outros que duas pessoas foram mortas na linha do trem.

“Como meu marido havia saído de casa às 22h de quinta-feira para comprar cigarros e não tinha mais retornado fiquei preocupada. Procurei a polícia e fui ao IML e reconheci o corpo do meu marido”, disse a mulher.

Paulo César nasceu em Campinas dia 10 de fevereiro de 1.984, era pai de dois filhos. Ele morava com a família, onde também trabalhava,  no Jardim Satélite Íris 3, que fica a mais de três quilômetros do local onde ocorreram os assassinatos.

A Delegacia de Homicídios investiga qual foi a motivação e quem praticou o duplo homicídio. Não foram encontradas testemunhas. O corpo da segunda vítima ficou no IML.

Compartilhe