24 de janeiro de 2020

Bairro do Distrito do Ouro Verde tem dois assassinatos a tiros em 24 horas

Compartilhe

Dois homens foram mortos a tiros no Núcleo Residencial Vila Vitória, localizado entre os bairros Vida Nova e Mauro Marcondes, no Distrito do Ouro Verde, em Campinas, nos dias 14 e 15 deste mês de janeiro de 2019.

As duas vítimas tinham antecedestes criminais e tinham cumprido pena em penitenciárias. A Polícia Civil investiga se os crimes têm relação.

Wesley Yuri de Oliveira Brito de Moura, de 20 anos, foi assassinado com quatro tiros (dois no rosto, um no braço e um no peito) na noite do dia 15 em frente de uma adega na rua Sudão (foto).

A Polícia não encontrou testemunhas. Ele estava caído na calçada. Morava no bairro vizinho, o Jardim Nova Morada.

Nascido em Campinas no dia 1 de novembro de 1.998, Wesley respondeu processo por receptação e saiu do presídio, por ordem da Justiça, dia 13 de setembro de 2018.

Renato Vieira Motta, tinha 27 anos (nascido em Campinas dia 10 de agosto de 1.991), e foi assassinado com nove perfurações de tiros (quatro na cabeça, uma nas costas, duas na perna direita, uma no tórax e uma na lateral direita do tronco), perto de sua casa na rua Etiópia.

Ele tinha saído do presídio, por ordem da Justiça, e por bom comportamento, em novembro de 2017.

Como o bairro Mauro Marcondes é vizinho, muitas pessoas confundem as ruas do Núcleo Vila Vitória, como sendo do Marcondes.

A violência fez outra vítima na mesma região dia 7 deste mês de janeiro de 2019. Jameson de Lima Maria, de 38 anos, foi morto com dois tiros em frente de sua casa na rua Astir Serafim Gebara, no Conjunto Habitacional Vida Nova.  Foi socorrido com vida, mas, morreu no Hospital Municipal Ouro Verde. Ele não tinha antecedentes criminais. Nascido dia 25 de setembro de 1.980 em Campinas.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *